sábado, 20 de julho de 2013

E é isto

"(...) sabem que agirá assim para não morrer antes de se matar."

O barulho vazio de palavras que enchem a rua, cheio de olhares que nada vêem. Vive-se, morre-se... e é isto. Temos um entretanto para deambular de um lado para o outro, em busca, muitas vezes, de uma verdade desconhecida. 
E, por um motivo ou por outro, existem tantas coisas que nos fazem sentir vivos e outras tantas que, a pouco e pouco, matam partes de quem somos. Chamam-lhe "morrer por dentro", e há dias em que isto faz todo o sentido.
Não lhe chamo estar triste, chamo-lhe estar viva, aprender a escolher onde e com quem estar. Dizem que faz parte andarmos perdidos de vez em quando... E depois? Depois havemos de, eventualmente, encontrar um caminho que faça sentido.


M

Sem comentários:

Enviar um comentário