quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Acho que o estar bem depende muito mais do "com quem estou?" do que do "onde estou?". Porque uma multidão de desconhecidos é, para mim, ninguém, porque a pergunta certa, o olhar certo, a presença certa fazem a diferença e nem sempre têm a devida atenção. Porque nem sempre o dizer substitui o fazer, e vice-versa.

M

1 comentário: